sexta-feira, 23 de junho de 2017

Encontros Imediatos - Ferreira do Alentejo (Parte 1)

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Círculos na Praia da Fonte da Telha (2009)


segunda-feira, 19 de junho de 2017

Encontros Imediatos - Ferreira do Zêzere (Parte 1)

sábado, 17 de junho de 2017

Encontros Imediatos - Ferreira do Zêzere (Parte 2)

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Encontros Imediatos - Ferreira do Zêzere (Parte 3)

terça-feira, 13 de junho de 2017

Encontros Imediatos - Praia de Salgueiros (Parte 1)

domingo, 11 de junho de 2017

OVNI de Alqueva 2004, identificado


Este incidente ocorreu a 31 de Maio de 2004, na Barragem do Alqueva situada entre Reguengos e Évora, quando o jovem Eduardo Silva, estagiário do Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ) na companhia de três colegas se encontravam no local a recolher algumas fotografias no âmbito de um trabalho referente ao meio ambiente.
Eduardo Silva somente reparou que existia uma ponto na sua foto e que ainda brincou com os seus colegas ao alegar ser um OVNI em tom de brincadeira.
Salienta que estava um dia de calor e no seu horizonte não eram visíveis pássaros, não se tratando também de balão, avião ou mesmo helicoptero, não existindo qualquer ruido.
Porem esta noticia correu Jornais e mesmo estações televisivas de informação, despertando as atenções de muitas comunidades alusivas ao fenómeno OVNI.
Segundo o Coronel Barbosa do Estado Maior das Forças Armadas, conta que a Força Aérea não tinha qualquer registo anómalo em Radar, porem iria efectuar um cruzamento de informações e testemunhos da população, passando este caso a especialistas no assunto OVNI.
Os anos passaram, o esquecimento ou arquivamento se esbateu acabando por silenciar este caso, não tendo qualquer resolução sobre o que o Jovem Eduardo Silva teria capturado com a sua câmera fotográfica digital.
Após uma grande análise das mais de 100 espécies de aves existentes no Alentejo, foi possível identificar a ave que terá surgido na foto de Eduardo Silva.



Estas imagens estiveram submetidas apreciação de alguns investigadores Internacionais que concluíram e partilharam a mesma opinião sobre a resolução deste caso. No Alentejo o bem afamado Pombo Torcaz ( Columba Palumbus ), muito apreciado por caçadores e gastronomia regional.
Este é o maior da sua espécie, onde a sua coloração cinza com ligeira plumagem branca e tamanho o distingue de todas as outras espécies congenes.
Esta ave habita todo o território Português, sendo mais abundante em épocas frias, migrando de variados países Europeus.
Toda a zona do Alqueva é abundante desta espécie de ave, sendo muito comum as poder observar enquanto passeia pelos campos do Alentejo ou em viagem de automóvel.
Na fotografia podemos constatar que o Sol está posicionado á direita na imagem, revelando as sombras escuras no montado "Arvoredo" próximo da água e projectando toda a luminosidade sobre a ave "Pombo".
A sua coloração cinza com o reflexo Solar cria um efeito de cinza metálico.
Durante o seu voo esta ave ao entrar para baixa altitude para pouso, recolhe as suas asas que segundo determinada posição fica com o aspecto discóide e inclinação ligeiramente acentuada como muito bem observamos na imagem.
Ao efectuarem zoom sobre a imagem, terão criado um ligeiro desfoque. É de salientar que ao fotografar em programa "modo paisagem", se obtiver uma ave no seu ângulo fotográfico, esta irá ficar com um ligeiro rasto, devido ao tempo de processamento do obturador.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Encontros Imediatos - Praia de Salgueiros (Parte 2)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos