quinta-feira, 30 de maio de 2013

Casas fantasma


Ruídos inexplicáveis, luzes que se acendem e apagam sozinhas, baixa de temperaturas repentinas, os objectos movem-se sozinhos, sombras que me movem pela casa, vozes ou lamurias que não sabemos de onde vêm… Os casos são bastante numerosos, desde da mais remota antiguidade. Na actualidade chama-se ao fenómeno da casa assombrada de poltergeist. Termo alemão que significa “Espirito ruidoso ou duende burlão”. Quando utilizamos esse vocábulo estamos descrevendo um grupo de efeitos estranhos como os que foram citados anteriormente.

Agora, temos que ver qual é a diferença entre uma “casa assombrada” e um “poltergeist”. A diferença principal é que os poltergeists parecem estar ligados a um agente ou “foco” determinado, enquanto os fenómenos ocorridos numa “casa fantasma” acontecem independentemente das pessoas que a habitam. Encontramos então, mais duas diferenças: os poltergeist não costumam durar mais que um ano e normalmente ocorrem de dia, enquanto que nas “casas assombradas” os fenómenos costumam durar anos e são principalmente de noite. Nesta última também pode chegar a aparecer fantasmas.

As casas fantasma sempre existiram, mas vamos mostrar-vos 2 casos para comprovar as suas acções: Uma coisa estranha que aconteceu lá para os lados de Epwort no século XVIII, foi a queda de cristais acompanhados com uma grande ventania e ouvia-se vozes agonizantes. Os móveis moviam-se sozinhos. Também destacar o casa da abadia inglesa de Borley, já no século XX.



Considera-se o lugar mais assombrado de Inglaterra, é muito conhecido pela sua música terrorífica que se ouve entre as suas paredes e pelo monge que caminha pelo átrio. Descobriram-se passagens secretas e restos humanos, mas infelizmente em 1939 a abadia ardeu com os seus enigmas ocultos para o resto dos tempos.

Em Espanha também há uma casa fantasma muito famosa. Apesar de não ser exactamente uma casa, é o quarto 510 do mítico hotel Corona de Aragón. Diz-se que este quarto está assombrado. Muitas pessoas não foram capazes de passar lá a noite, dizendo que ouvem vozes e gemidos aterrorizantes. Estes acontecimentos podem ter uma explicação: em 1981 faleceram 79 pessoas por consequência de um incêndio. Parece que essas almas continuam a morar nesse quarto, tentando abrir as janelas que naquele dia trágico estavam fechadas pelo fogo abrasador, convertendo aquele e outros quartos em crematórios vivos.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos